Antonio Kandir e as sete diretrizes para os conselhos

Poucos conselheiros de empresas têm a experiência de Antônio Kandir, que além de sua trajetória no governo, como secretário e ministro de Estado, já atuou em 25 companhias e atualmente participa de conselhos de empresas como Gol e Grupo Vibra. Na tarde desta quinta, 15 de outubro, ele recebeu os integrantes do Nexo Governança Corporativa para uma palestra na reunião mensal do grupo, por videoconferência.

“Hoje, as empresas estão submetidas a ventos de toda ordem e precisam, para sobreviver, da capacidade de adaptação, com agilidade. É preciso entender as mudanças e ter o processo decisório organizado. O conselho é o catalisador do processo de mudança e adaptação”, avalia Kandir.

Diretrizes claras são mais importantes do que regras rígidas, aponta. Nesse sentido, Kandir recomenda sete diretrizes que os conselhos de administração deveriam observar. Manter vigilância sobre o propósito, pensar a estratégia, zelar pela integridade da companhia, garantir que a empresa tenha resiliência e preparo para enfrentar adversidades, manter os membros da empresa com interesse e curiosidade alta, estimular a agilidade da empresa e manter o foco na qualificação da equipe.

 

O que é o NEXO: o Nexo Governança Corporativa é uma associação com sede em Novo Hamburgo/RS, formada por fundadores e sucessores de famílias empresárias com o objetivo de discutir a governança corporativa e suas ferramentas, desmistificando estruturas e estimulando um debate sobre o tema. Além das reuniões mensais, o Nexo publica nas redes sociais e aplicativos de áudio, a cada 15 dias, o podcast NexoCast, que traz convidados especialistas para falar sobre governança, inovação e gestão. Já passaram pelo programa nomes como José Galló, Luiza Helena Trajano, Mariana Moura, Vicky Bloch, Denise Casagrande, entre outros.


Curta e compartilhe:

Comenta aí, o que você achou desse conteúdo?

Confira também:

“Tenho paixão pela companhia”

Café da Manhã sobre sucessão ADIADO

Com a palavra, os sucessores